A presidente da República do Brasil autoriza mediante Decreto a entrada da companhia espanhola nesse país.

Após três anos de intensas gestões com o Poder Executivo Federal e diferentes organismos públicos brasileiros, tais como o Banco Central, o Conselho Monetário Nacional e o Ministério da Fazenda, a Global Exchange, terceira companhia em nível mundial especializada no câmbio de moeda estrangeira em aeroportos internacionais, acaba de obter a licença para começar a desempenhar a atividade de câmbio de moeda estrangeira no Brasil.

De acordo com o Decreto Presidencial do dia 8 de abril de 2014, publicado no Diário Oficial da União, a presidenta da República do Brasil, Dilma Vana Rousseff, aprova e reconhece o interesse do Governo brasileiro pela entrada da Global Exchange no país, para exercer a atividade de câmbio de moeda estrangeira sob a regulação do Banco Central Brasileiro. Nesse mesmo decreto, o governo brasileiro autoriza também os trâmites de entrada para outras importantes entidades do setor financeiro como o Banco Espírito Santo Serviço Financeiros Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A.

O presidente da Global Exchange, Isidoro J. Alanís, comemorou esse novo êxito da companhia, já que a sua entrada no Brasil supõe “uma recompensa aos três anos de duras gestões nas quais levamos trabalhando sem cessar para conseguir a licença de abertura, um trâmite extremadamente difícil dado que unicamente se concede àquelas empresas que a Presidência da República do Brasil considere de interesse público nacional”.

A global Exchange, ultima assim, os preparativos para começar a operar no Brasil considerando à próxima copa do mundo, como uma ocasião importante para a companhia, já que se espera que 3,6 milhões de turistas visitem o país durante a competição. Os dados oficiais também estimam um movimento de uns 27.700 milhões de dólares no mês de junho.

Com a entrada no Brasil, a Global Exchange continua consolidando a sua posição como empresa líder de câmbio de moeda nos aeroportos internacionais da América Latina e Caribe, onde conta atualmente com 11 filiais distribuídas na Argentina, Costa Rica, Uruguai, República Dominicana, México, Guatemala, Jamaica, Nicarágua, Trinidade e Tobago, Paraguai ou Equador, às quais se unirá proximamente Brasil. Além do mais, faz uns meses, a Global Exchange conseguiu também entrar no Oriente Médio com a abertura de quatro agências de câmbio no Aeroporto Internacional Queen Alia de Amam na Jordânia-.

Mais informação:

comunicacion@grupoglobalexchange.com

Tel. 923 28 13 18