• Você está em:
  • Início
  • Sala de imprensa
  • Global Exchange entra no Brasil com a abertura de sete agências em dois aeroportos
Sala de imprensa

Global Exchange entra no Brasil com a abertura de sete agências em dois aeroportos

17 • 12 • 2014

  • Investimento inicial de 2 milhões de euros.
  • Seis agências já estão operando nos aeroportos internacionais de Natal e Brasília.
  • É o primeiro passo da companhia no Brasil, sua grande aposta para os próximos dois anos.
  • Global Exchange conseguiu licença para operar em todo o território, depois de três anos de intensas gestões.

Salamanca, 9 de dezembro de 2014.- Global Exchange, a terceira companhia mais importante do mundo especializada em oferecer o serviço de câmbio de moeda em aeroportos internacionais e outras áreas de grande afluência turística, estendeu sua atividade ao Brasil, onde investiu 2 milhões de euros para a abertura de sete agências nos aeroportos internacionais de Natal e Brasília, das quais seis já estão operando.

O presidente da Global Exchange, Isidoro Alanís, explicou que o Brasil oferece uma “grande oportunidade de negócio para a companhia, que entra no país com os olhos postos nos Jogos Olímpicos de 2016”. “Nos guiamos pela vontade de buscar constantemente fórmulas para crescer e expandir-nos”, destacou Alanís, sublinhando que o Brasil é “a grande aposta” do grupo salmantino para os próximos dois anos.

A companhia obteve em abril a licença para operar em qualquer parte do território brasileiro, pelo qual o investimento inicial de 2 milhões poderia ser ampliado com a abertura de novas agências em outros pontos do país. Alanís destacou a relevância dessa licença, ao se tratar de um “trâmite extremamente difícil que se foi prolongando durante mais de três anos”. “Somente se outorga esse tipo de autorização àquelas empresas que a Presidência da República do Brasil considere de interesse público nacional”, enfatizou.

A multinacional espanhola já oferece os serviços de câmbio através de duas agências no Aeroporto Internacional Augusto Severo de Natal e outras quatro no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek de Brasília, às quais se unirá uma quinta agência nas próximas semanas. Nessas novas agências, os 19 milhões de passageiros que ambos aeroportos somam, podem realizar o câmbio de até 25 moedas estrangeiras diferentes, atendidos por uma planilha de 60 funcionários, cujo objetivo é oferecer um serviço de máxima qualidade e no qual a rapidez e a segurança são eixos fundamentais.

A Global Exchange, com sede central em Salamanca, é atualmente a companhia líder em prestar o serviço de câmbio de moeda nos aeroportos da América Latina e Caribe, região na qual deu o salto no ano 2001. A multinacional já está presente em 10 países latino-americanos, aos quais se une agora Brasil.

Além do mais, a companhia conta com 27 agências, através das quais controla 62% do trânsito anual de passageiros em aeroportos espanhóis, o que a consolida como líder do setor no país. Também possui agências no Marrocos e Jordânia.

Mais informação:

comunicacion@grupoglobalexchange.com

Tel. 923 28 13 18